facebook

«

»

jun 17 2016

Imprimir Post

Plano de saúde terá que arcar tratamento por equoterapia para criança com síndrome de Down

Em causa patrocinada pelo escritório Carlos Reis Advogados Associados foi garantida, por meio de liminar, que plano de saúde arque com os custos do tratamento de equoterapia prescrito a uma criança com síndrome de Down.

Na ação apresentada ao Tribunal de Justiça do Distrito Federal foi explicado que a criança, com 04 anos de idade, nasceu com síndrome de Down e que uma das consequências da alteração genética é a presença de uma forte hipotonia, que pode ser definida, a grosso modo, como uma “flacidez nos músculos”. A hipotonia atinge todas as pessoas com síndrome de Down.

Também foi destacado que o Conselho Federal de Medicina e o Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional reconhecem a equoterapia como modalidade de tratamento. Por meio da utilização do cavalo e dos movimentos tridimensionais necessários ao equilíbrio de quem monta, toda a musculatura é trabalhada e fortalecida.

Além dos benefícios físicos, a equoterapia traz benefícios no desenvolvimento das habilidades sociais e cognitivas, beneficiando o desenvolvimento global das pessoas com deficiência.

Apesar dos grandes benefícios proporcionados na equoterapia, o plano de saúde da criança negou a cobertura, alegando que o tratamento não consta no Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde, estabelecido pela ANS, conforme Anexo I da Resolução Normativa 387/2015.

O argumento, constantemente invocado pelas operadoras de planos e seguros de saúde, no entanto, não é suficiente para justificar a negativa, conforme de forma sistemática decidem os tribunais brasileiros.

Como o plano de saúde não possui nenhuma prestadora do serviço de equoterapia credenciada em sua rede de atendimento, os pais da criança pagarão pelas sessões e, posteriormente, serão reembolsados de forma integral.

Fonte: Carlos Reis Advogados Associados

Link permanente para este artigo: http://sabermelhor.com.br/plano-de-saude-tera-que-arcar-tratamento-por-equoterapia-para-crianca-com-sindrome-de-down/

7 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Eliane Miranda

    Tenho um filha com síndrome de Dow, ela tem 1 aninho. Gostaria de saber a partir de qual idade é indicado a equoterapia?

    1. Saber Melhor

      Eliane, é bom consultar o médico da sua filha. As crianças com síndrome de Down precisam, antes de fazer determinadas atividades, ver se não há nenhum problema na coluna.

  2. gilmara

    Olá, sou do interior do Rj e gostaria de saber qual o caminho tenho que fazer para poder solicitar isso. O juizado de pequenas causas pegaria o caso?

    1. Saber Melhor

      Sim, o juizado especial aceita tal modalidade de demandas.

  3. Luciana

    Minha filha fez equoterapia por 8 meses devido a perda auditiva e o equilibrio q foi afetado, a melhora do equilibrio foi notavel a cada sessao, mas infelizmente nao foi coberto pelo plano, precisar arcar com as despesas.

    1. Saber Melhor

      Luciana, os planos e operadoras de saúde se recusam a pagar o tratamento de equoterapia, escudados na ausência de previsão no rol da ANS. Todavia, o Poder Judiciário, em geral, garante o tratamento. Busque os seus direitos, por meio da Defensoria Pública ou de um advogado habituado a litigar contra as operadoras de plano e seguros de saúde.

  4. liliane da silva Moura

    Eu tem um filho especial ele precisa de um tratamento mais do que especial…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>