DOR NAS COSTAS PODE SER ERRO DE POSTURA: ESPECIALISTA DÁ DICAS PARA REVERTER O PROBLEMA

DOR NAS COSTAS PODE SER ERRO DE POSTURA: ESPECIALISTA DÁ DICAS PARA REVERTER O PROBLEMA

26 de junho de 2019 0 Por Saber Melhor

Dor nas costas pode ser erro de postura: especialista dá dicas para reverter o problema

As dores nas costas afastaram mais de 83,8 mil pessoas de postos de trabalho em 2017, segundo a Secretaria da Previdência do Ministério da Fazenda, ficando em segundo lugar no ranking das doenças mais frequentes entre os auxílios-doença concedidos pelo INSS. O que muita gente não sabe é que o problema pode estar associado à má postura.

De acordo com o médico ortopedista e subespecialista em cirurgia de coluna minimamente invasiva, Rodrigo Souza Lima, o erro postural é uma prática comum dos brasileiros. “Um dos primeiros sintomas que o paciente apresenta é a dor, aquele incômodo nas costas presente durante o dia e principalmente à noite ao final do expediente”, comenta. “Se a pessoa não se atentar ao problema, pode apresentar alterações estéticas e até mesmo estruturais na coluna vertebral”, alerta o médico.

Lima explica que o problema pode estar associado à forma como nos sentamos durante as horas de trabalho ou ainda pelo uso do aparelho de celular. Para o médico a primeira medida a ser adotada para evitar erros posturais é ter a percepção e se observar na hora das atividades. Ele acrescenta que é de fundamental importância a prática de atividade física e alongamento.

Confira dicas para evitar problemas e dores

Conforme o médico, quando a pessoa está em pé é preciso manter a coluna reta. “Assim conseguimos evitando aumentar a cifose torácica, o que chamamos de “corcunda” e consequentemente a sua projeção pra frente”, destaca.

O ortopedista afirma que quando a pessoa está sentada, o peso do corpo deve ser distribuído ao longo do eixo da coluna, mantendo sempre as costas retas e apoiadas no encosto da cadeira.

Ao deitar, é importante, segundo o médico, que a altura do travesseiro mantenha a cabeça na mesma linha do tronco. Evitando que ela fique mais alta ou mais baixa que as costas.

“Vale salientar que além da questão estética, muitos brasileiros estão afastados do mercado de trabalho por causa dessas dores nas costas decorrentes a uma postura inadequada”, aponta Lima.

Compartilhe