Educação inclusiva para todos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email
Sala de aula

É preciso sublinhar a importância da educação inclusiva para as pessoas com deficiência, particularmente para as crianças. É preciso dissecar e desmontar todas as barreiras que tornam mais difícil o processo educacional das pessoas com deficiência. Igualmente é de se destacar que a educação inclusiva é relevante para todos os indivíduos, com ou sem deficiência. Urge que os governos e a sociedade adotem medidas que impeçam a exclusão, o isolamento ou marginalização das pessoas com deficiência durante todos os níveis do processo educacional. Educação deve ser fundamentada nos alicerces da igualdade e da não-discriminação.

A marginalização, exclusão e isolamento dos estudantes com deficiência é o início de uma vida de segregação e de injustiças. Por isso, desde as mais tenras idades, a inclusão educacional precisa ser tratada com a máxima seriedade, com prioridade absoluta, nos termos preconizados por tratados internacionais de proteção da criança e do adolescente.

É preciso que seja desfeito o mito de que as crianças com deficiência não se beneficiariam com a efetiva participação no processo educacional coletivo. É urgente que se modifique a barreira atitudinal criada por crenças equivocadas e ultrapassadas de que pessoas com deficiência possuem capacidade de aprendizado inferior. A conscientização de governos, sociedades, administradores escolares, professores e toda comunidade estudantil é a chave para derrubar a barreira atitudinal do preconceito.

A plena inclusão das pessoas com deficiência no processo educacional é essencial por inúmeras razões, das quais destacamos as seguintes:

  • Contribui para o bem estar das pessoas com deficiência;
  • Permite o desenvolvimento de todas as potencialidades latentes nas pessoas com deficiência; potencialidades que ao se tornarem concretas, revertem em favor da sociedade;
  • A inclusão promove o desenvolvimento da tolerância e respeito à diversidade em todo o grupo social;
  • A inclusão, ao integrar a pessoa com deficiência no seio social, previne gastos futuros com assistência social e traz impactos econômicos positivos para a sociedade e para o indivíduo com deficiência;
  • Sem a efetiva inclusão educacional das crianças com deficiência, nenhum país conseguirá atingir os objetivos previstos para 2030 para a agenda de desenvolvimento sustentável;
  • Todos os Estados signatários da Convenção Internacional do Direitos das Pessoas com Deficiência, segundo o artigo 24 do Tratado Internacional, estão obrigados a promover a inclusão educacional.

A inclusão de crianças e adultos no processo educacional é um fim em si mesmo, mas, também é um meio para conseguir a formação de uma sociedade mais justa e igualitária.

Para que os nobres objetivos de obtenção da plena e irrestrita inclusão educacional das pessoas com deficiência sejam alcançados, é preciso, desde já, se começar a derrubar as barreiras atitudinais. A melhor forma é dar início a projetos de conscientização nas escolas, de modo que os conceitos e atitudes de inclusão, através das crianças, promova a modificação da injusta estrutura de exclusão que, vergonhosamente, persiste vigente.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email
Saber Melhor

Saber Melhor

Deixe um comentário

Sobre Nós

Mais importante do que dizer quem somos é informar o que temos a oferecer para você aqui no site “saber melhor”. Somos um grupo de pessoas com as mais diversas profissões e experiências. Médicos, advogados, psicólogos, jornalistas, pais, mães e irmãos de crianças com deficiência, dentre outros, que somamos as nossas experiências e conhecimentos para trazer informações úteis e de qualidade para tornar a sua vida menos complexa. E o melhor, tudo inteiramente de forma gratuita. Leia mais

Artigos Recentes

Siga-nos no Facebook

Conteúdos Relacionados

Nosso Twitter