Você já falou sobre racismo com os seus filhos?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email
antirracista

Racismo tem sido um grande problema no Brasil, embora muitos não reconheçam a sua existência. Ao longo da história, pessoas vêm sofrendo bullyng, perseguições, assédios e até sendo mortas por causa da cor da pele. Combater o racismo é uma luta diária e que envolve aspectos culturais que precisam ser combatidos desde a infância, afinal, “educação vem de berço”.

É preciso conversar com as crianças sobre racismo. Mas, convenhamos, as vezes essa conversa é desconfortável. É normal sentir uma dose de insegurança ao escolher a forma de abordar o racismo com as crianças. Todavia, em que pese a existência de algum desconforto, conversar sobre racismo com as crianças é algo necessário e que não pode ser evitado.

Como falar sobre racismo com as crianças?

Hoje vivemos em um mundo conectado pela internet e pelas redes sociais. Existe alta chance de que a criança já tenha escutado falar sobre racismo. Assim, evite termos vagos. Tente usar uma linguagem direta. Sendo honesto e direto, a conversa tende a fluir de forma mais leve.

Não transforme a conversa em um monólogo. Pergunte à criança com quem você estiver conversando qual a opinião dela. Ao estimular o diálogo, a criança terá a chance de perceber a injustiça do racismo e de trazer os conceitos que estão sendo apreendidos para a própria realidade.

Decifre e esmiúce os termos técnicos para que as crianças entendam o real significado dos conceitos. Por exemplo, se for falar sobre períodos históricos em que a escravidão existia, tente ser específico. Não tenha medo de expor os horrores da escravidão. Se for falar sobre trabalho escravo, busque exemplos de casos recentes. Tente ser visual, de modo que a criança possa enxergar os conceitos.

Procure ler histórias e livros, assistir filmes e desenhos e desenvolver brincadeiras que tenham mensagens antirracismo. Depois de ler livros, histórias e assistir filmes e desenhos, tire um tempo para conversar sobre os personagens. Incentive o pensamento crítico da criança. Ao final deixaremos o link de 10 dicas de livros com mensagens antirracismo.

Quando falar sobre racismo com as crianças?

A conversa sobre o racismo deve ser introduzida na realidade das crianças o quanto antes. É claro que, quanto menor for a idade da criança, a conversa deverá ser realizada de forma mais simples, muitas vezes através de elementos lúdicos e por meio de brincadeiras.

Como inspirar consciência antirracista desde os primeiros anos?

Algumas empresas de brinquedos desenvolveram bonecas e bonecos negros, asiáticos, com deficiência e representativos de outros grupos minoritários.

Busque introduzir brinquedos e brincadeiras que promovam a diversidade.

Sugestão de livros

10 livros com mensagens antirracistas

Conte a sua experiência

O presente texto é apenas a introdução de um assunto complexo e vivo em nossa sociedade Gostaríamos de saber qual a sua experiência. Você já conversou com crianças sobre o racismo? Conte nos a sua experiência nos espaço dos comentários.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email
Saber Melhor

Saber Melhor

Deixe um comentário

Sobre Nós

Mais importante do que dizer quem somos é informar o que temos a oferecer para você aqui no site “saber melhor”. Somos um grupo de pessoas com as mais diversas profissões e experiências. Médicos, advogados, psicólogos, jornalistas, pais, mães e irmãos de crianças com deficiência, dentre outros, que somamos as nossas experiências e conhecimentos para trazer informações úteis e de qualidade para tornar a sua vida menos complexa. E o melhor, tudo inteiramente de forma gratuita. Leia mais

Artigos Recentes

Siga-nos no Facebook

Conteúdos Relacionados

Nosso Twitter