Este curto texto tem o potencial de abrir a sua mente e melhorar a sua vida em todos os aspectos. Leia, não perca essa chance.

Este curto texto tem o potencial de abrir a sua mente e melhorar a sua vida em todos os aspectos. Leia, não perca essa chance.

18 de agosto de 2019 0 Por Saber Melhor

Esse texto é diferente de todos os outros que já escrevi. Não é exatamente um tipo de artigo que você está acostumado a ler. Será breve, mas deve ficar em sua mente por semanas. Reserve cinco minutos para ler e dias para refletir. Se quiser, deixe um comentário. Vamos adorar que você nos conte como foi a experiência.

A pessoa mais importante da sua vida morreu. Não hoje, mas daqui há 01 ano. Exatamente 365 dias contados de hoje. Você está bem vestido. Em um carro legal. Está indo para o velório. O trânsito pesado não incomoda. Achar o estacionamento não foi fácil. Você se dirige ao local em que o corpo está sendo velado. No caminho, encontra amigos, familiares, mas não fala com ninguém. 

Quando entra no salão em que realizado o funeral, vê coroas de flores. Pessoas vestindo preto. O velório seguirá a tradição americana de realização de discursos. Quatro pessoas farão discursos. Um familiar, um amigo, um colega de trabalho e uma pessoa do grupo social do falecido já estão posicionados próximo ao púlpito para discursar.

Você começa lentamente a atravessar o salão para prestar homenagem em frente ao caixão e se sentar em seu lugar, na primeira fila em frente ao púlpito. Passos lentos. Cadenciados. Olha o rosto de todas as pessoas pelas quais passa. É a pessoa mais importante na sua vida. A única pessoa que tinha o seu destino nas mãos. Quando chega ao caixão, percebe que aquele é o seufuneral. Você morreu. Infarto fulminante.

Agora o final da história é com você. O que o seu cônjuge, amigos, familiares, empregados, colegas de trabalho falarão de você? Como foi a sua vida? Quanto amou? Qual marca você terá deixado nas pessoas com quem conviveu? Mais importante, quais as mudanças na sua vida você pretende fazer marcar positivamente a vida das pessoas que você ama, a sua comunidade e as pessoas com quem convive?

Ajude alguém a refletir. Compartilhe e, sinta-se livre para comentar.

Compartilhe