Geladeira: dicas para conservar alimentos e economizar energia

Geladeira: dicas para conservar alimentos e economizar energia

8 de agosto de 2019 0 Por Saber Melhor

Por garantir a conservação de diversos alimentos, a geladeira é uma grande aliada da saúde. Entretanto, essa tarefa tem seu custo:  o consumo de energia.  Nessa batalha diária para economizar, os alimentos às vezes saem perdendo. E o pior: algumas atitudes acabam aumentando ainda mais o gasto. Por isso, algumas dicas podem fazer a diferença no final do mês, ajudando a economizar energia e também a evitar o desperdício de alimentos.

Geladeira ligada e o termostato na temperatura certa

Há quem acredite que desligar a geladeira durante a noite e só ligar na manhã seguinte é uma forma de poupar energia. Na verdade, o efeito é outro: ao religar o aparelho, ele precisará trabalhar ainda mais — e gastar mais energia — para chegar à temperatura ideal.

O melhor é deixá-lo ligado 24 horas e só desligar caso você faça alguma viagem e precise ficar fora de casa por alguns dias. Falando em temperatura ideal, também é importante ficar de olho no termostato. No inverno, por exemplo, é possível economizar energia colocando em níveis mais baixos de refrigeração sem prejudicar a conservação dos alimentos.

Abra a porta somente quando necessário

Esse é um descuido muito comum, mas que deve ser evitado para não gastar mais energia que o necessário. Isso porque, ao deixá-la aberta, o ar frio interno escapa e o externo, que é mais quente, acaba entrando, fazendo com que o motor tenha que trabalhar para resfriar.

Outra dica é não armazenar alimentos ou panelas muito quentes direto na geladeira. O melhor é deixar com que esfriem um pouco para que o refrigerador não tenha que aumentar o consumo para resfriá-los 

Geladeira não é varal

É muito provável que você já tenha visto peças de roupas e tênis sendo colocados para secar atrás da geladeira. Há muito essa ideia se popularizou porque o quentinho do motor ajuda a evaporar a água das roupas, mas isso não é correto 

Essa é só mais uma forma de fazer com que o refrigerador gaste mais energia que o necessário, aumentando a sua conta de luz no fim do mês. Além disso, o contato com a água pode causar um curto no aparelho.

Não se esqueça do descongelamento

Se a sua geladeira for de degelo manual, é importante fazer o descongelamento completo pelo menos duas vezes ao ano. Isso porque a crosta de gelo pode aumentar o consumo de energia do aparelho e impedir a circulação de ar, prejudicando também a conservação dos alimentos. Já no caso dos equipamentos frost free, não é necessário fazer o descongelamento.

Compartilhe