Por que é importante falar sobre cannabis medicinal

Por que é importante falar sobre cannabis medicinal

6 de agosto de 2019 0 Por Saber Melhor

 A condição de tabu de alguns assuntos, daqueles que costumam ser evitados durante os almoços de domingo em família, só faz aumentar a desinformação. Não se trata de causar constrangimentos nem estragar o clima à mesa, mas há um que precisa entrar no cardápio: cannabis medicinal.

É importante abordar o assunto porque no Brasil há mais de 4.500 pacientes cuja qualidade de vida melhorou depois de iniciarem o tratamento com cannabis medicinal legal para doenças incapacitantes como epilepsia, esclerose, autismo e dores crônicas. Mas há outros milhares de pacientes e familiares que foram obrigados a recorrer a meios ilícitos para conseguir a terapia canabinoide para aplacar a dor e o sofrimento de um filho ou um irmão.

Não é muito perceptível para a maioria das pessoas, mas quem começar a prestar atenção vai perceber não existem anúncios em redes sociais, por mais que haja comprovações factuais e científicas sobre os resultados positivos do seu uso medicinal. As plataformas digitais não costumam aceitar publicidade ou impulsionamento de postagens contendo esse termo, por mais que 40% da população brasileira esteja convivendo com uma dor ou doença crônica e poderia se beneficiar de tratamento com cannabis medicinal.

Os espaços e eventos criados para fomentar e acolher novas empresas no Brasil não sabem como lidar com o tema e preferem “esperar uma regulação para permitirmos o acesso da sua empresa”. No mundo empresarial ainda existem muitos preconceitos e receios 

Mas, há o outro lado e gradualmente começam a ocorrer algumas mudanças. Um exemplo foi o Scream Festival, realizado em 2018, em Salvador, que teve a ousadia de incluir o tema em sua grade. E foi ainda mais longe ao instalar um grande painel luminoso citando, em letras bem grandes, a palestra sobre cannabis no saguão de desembarque do aeroporto internacional de Salvador, onde circulam por dia mais de 20 mil pessoas 

Por tudo isso é importante falar sobre cannabis. Mas, para isso,é preciso também de uma boa dose da ousadia vanguardista baiana para romper barreiras. A informação é o melhor remédio e, como diria o baiano: procure saber!

Viviane Sedola é CEO e fundadora da plataforma Dr. Cannabis

Website: https://drcannabis.com.br/

Compartilhe