Updated : ago 01, 2019 in Saúde

Prótese de silicone e câncer: Ajude a salvar a vida da sua mãe, irmã, esposa, filhas ou amigas. É fácil, grátis e fará com que você se sinta bem.

A maioria das mulheres que coloca próteses de silicone busca a melhora de inseguranças estéticas. A beleza é o motivo. O procedimento em regra é seguro. Mas o Food and Drougs Administation (FDA) americano, órgão equivalente à ANVISA, recentemente recomendou a retirada de alguns produtos do mercado. O motivo: a existência da relação de algumas próteses com um tipo raro de câncer, o Linforma Anaplástico de Grandes Células. 

Saiba os cuidados que você precisa tomar.

É verdade que os casos de câncer são raros. A possibilidade de detecção das mutações genéticas em estágio precoce é grande. A possibilidade de cura é enorme. Mas os dados positivos somente valem para quem toma os cuidados necessários. Acontece que a maioria das mulheres não recebe orientações adequadas e não sabe os sinais que exigem visitas imediata ao médico. A desinformação pode causar prejuízos à saúde. Aprenda aqui cuidados que podem salvar vidas e prevenir problemas.

Inchaço, dor, vermelhidão podem indicar problemas no silicone. Linfonodos nas axilas também são sinais de alerta. 

Em geral, os dois problemas mais comuns são o endurecimento da cápsula e o vazamento do silicone.

Ao sinal do menor desconforto, por menor que seja, procurar um médico e realizar exames de imagens pode significar a diferença entre a vida e a morte. Não se pode esquecer que a prótese é um corpo estranho no organismo.

Além dos cuidados com a prótese, as mulheres devem realizar consultas periódicas para examinar a saúde das mamas. O câncer de mama é um sério problema e que pode levar à morte, se o diagnóstico for tardio.

Ajude a compartilhar a informação e conscientizar as mulheres acerca dos cuidados com as próteses. Ao compartilhar, a mensagem pode chegar em alguém que você ama. A informação pode salvar vidas. 

Faça o bem, compartilhe o texto em suas redes sociais e demonstre que você se preocupa com a saúde das mulheres.

Veja isso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *