Saiba como identificar sinais de bullyng

Saiba como identificar sinais de bullyng

27 de junho de 2019 0 Por Saber Melhor

Muitos efeitos negativos do bullyng tem sido observado em todo o mundo. Professores, pais, psicólogos e orientadores pedagógicos alertam para os efeitos que isso pode causar nas vítimas.  As manifestações que caracterizam o bullyng podem ser verbais, físicas ou psicológicas. Bullyng não é brincadeira e destrói a auto estima das vítimas.

A maioria das vítimas, em especial as crianças, não consegue lidar com o problema. As vítimas se tornam cada vez mais introspectivas e solitárias. Nos intervalos, enquanto todos brincam e socializam, as vítimas ficam isoladas em algum canto. A recusa em participar de qualquer ato que envolva interação social é uma marca predominante.

As pessoas que estão sendo atacadas assumem a postura do camaleãoe tendem a invisibilidade social. A autoconfiança e a autoestima evaporam a medida que as práticas de bullyngse tornam mais corriqueiras. O medo de ser insultado e ferido na presença de outras pessoas torna o ambiente insuportável. Estudar torna-se algo insuportável e as notas tendem a cair.

As vítimas podem ser classificadas em dois grupos. O primeiro grupo assume postura mais introvertida e evitam qualquer espécie de contato humano. O segundo grupo adota uma postura mais agressiva e costuma recorrer a violência como mecanismo de defesa. A agressividade, no entanto, atrai reações mais contundentes dos autores do bullyng, gerando um ciclo de violência que muitas vezes termina em tragédia.

Os casos de suicídios e de massacres em escolas, sobretudo nos Estados Unidos, exemplificam a dimensão trágica do bullyng.

Os pais devem ficar atentos a alguns sinais que costumam surgir fora do ambiente em que o bullyng acontece. Dependendo da idade, os sinais podem ir de crianças que passam a urinar na cama, descontrole emocional e isolamento. O desejo de não ir à escola é outro sinal marcante.

Engana-se quem pensa que apenas crianças e adolescentes são vítimas de bullyng. Mesmo adultos, em seus ambientes de trabalho, enfrentam casos de bullyng. Em geral, os atos são praticados pelos superiores hierárquicos.

Independente da idade das vítimas e do local em que acontece os atos de bullyng, os efeitos na saúde emocional sempre se fazem presentes. A falta de concentração e produtividade também indicam a possibilidade de que se esteja diante de casos de bullyng.Muitos tendem a minimizar o bullyng, descrevendo-o como brincadeira e como algo normal. No entanto, tal postura, além de equivocada, desconsidera os efeitos a longo prazo e assume o risco do acontecimento de tragédias irreparáveis. É passada da hora do assunto ser tratado com mais cuidado e responsabilidade por todos os envolvidos.

Compartilhe