Sanduíche natural: dicas e receita para matar a fome

Sanduíche natural: dicas e receita para matar a fome

30 de agosto de 2019 0 Por Saber Melhor

Levar um sanduíche natural de casa para o trabalho pode ser uma opção mais barata e prática. Além de fazer bem para o bolso, é melhor ainda para a saúde. Aliás, o hábito ajuda a controlar a quantidade do que comemos para matar a fome quando estamos no trabalho. Seja na hora do almoço, lanchinho da tarde ou até mesmo no jantar para quem trabalha no período noturno.

Essa é uma maneira saudável de se alimentar rápido e evitar os produtos industrializados e prontos para o consumo, cheios de conservantes, frituras e gorduras. Portanto, é possível elaborar um sanduíche simples, bem colorido, com todos os nutrientes necessários para a manutenção e o equilíbrio da saúde.

Cuidado

O primeiro passo é ficar atento aos ingredientes escolhidos. Afinal, ninguém deseja ganhar uma intoxicação alimentar. Uma boa dica é evitar alimentos que são fáceis de estragar fora da geladeira. Quem pode manter o sanduíche acondicionado de forma correta no trabalho, ótimo. Já quem não tem essa escolha, a sugestão é guardar em uma bolsa térmica.

Ingredientes

Na hora de montar o sanduíche, prefira os carboidratos integrais, porque são mais saudáveis e ricos em fibras. Um lanche completo deve conter também proteínas, importantes para o funcionamento do nosso organismo; folhas e legumes, que afinal ajudam a saciar a fome. Definitivamente, evite temperos prontos que são gordurosos e ao mesmo tempo ricos em sal.

Com criatividade, vale acentuar o sabor acrescentando ao recheio combinações com frutas secas, uvas passas ou damasco. Se possível, leve a salada de folhas em um recipiente separado. Assim, evita que elas fiquem murchas. Vale também uma fruta, como sobremesa, fonte de vitaminas e minerais.

Opções

Existem várias opções que não demandam tempo. Um molhinho de ervas, pesto e misturar frutas, por exemplo, como manga, morango, transformam-se em ótimas combinações saborosas. Ao mesmo tempo, escolha substituir a maionese e o requeijão por iogurte natural desnatado ou uma geleia diet de frutas.

O pão de forma também pode ser substituído para evitar a mesmice. A sugestão é variar com wraps, que vendem prontos em padarias ou supermercados, e a tapioca. 

Recheio

Light – pasta de ricota, espinafre refogado (pode ser cru, pra quem preferir) e tomate 

Frango – peito de frango desfiado com cenoura, milho e requeijão ou filé de grelhado, com uma fatia de queijo minas, queijo cottage e alface e tomate.

Atum – atum em conserva com azeitonas pretas, cebola e maionese light. Pode acrescentar folhas de alface ou rúcula.

Vegetariana – escolha os vegetais de sua preferência. Entretanto, a sugestão é fazer a clássica receita francesa de legumes, o ratatouille (confira receita abaixo).

Fria – muçarela de búfala com molho pesto e rúcula. Ademais, vale substituir a muçarela por queijo minas, tofu, proteína de soja ou rosbife.

Receita: Sanduíche de ratatouille

Ingredientes: 1 beringela, 1 pimentão amarelo, 1 pimentão vermelho, 1 abobrinha brasileira, 1 xícara de molho de tomate, 1 cebola roxa pequena, 1 dente de alho amassado, 2 colheres (sopa) de azeite, sal e pimenta do reino a gosto e pão da sua preferência.

Preparo: Primeiramente, fatie todos os legumes em pedaços. Aqueça o forno a 180 graus. Em uma assadeira ou um recipiente de vidro, espalhe o molho de tomate, alho, azeite e cebola cortada em fatias finas. Depois, tempere com uma pitada de sal e pimenta.

Em seguida, intercale camadas com legumes, uma fatia sobre a outra, em uma fileira. Em seguida, tempere novamente com uma pitada de sal e pimenta e finalize com um fio de azeite.

Logo depois, cubra com papel alumínio e, imediatamente, leve ao forno por cerca de 20 minutos de tal sorte que os legumes estejam cozidos, entretanto ainda firmes. E pronto! Retire o ratatouille do forno. Finalmente, com a ajuda de uma espátula monte os sanduíches.

Compartilhe