Você está no controle das suas decisões? Tem certeza? Já usou a técnica dos 5 por quês?

Você está no controle das suas decisões? Tem certeza? Já usou a técnica dos 5 por quês?

17 de julho de 2019 0 Por Saber Melhor

Você não está inteiramente no controle das suas decisões. Ninguém está. Gostamos de pensar que somos seres racionais. Que as nossas decisões são pensadas e racionais. Acoplado ao nosso pensamento racionalexiste um processo emocionalautomático e inconsciente. Saiba como eles funcionam e como você pode tomar decisões mais conscientes.

sistema racionalé controlado. Exige muito esforço e concentração. É lento. É baseado em regras sociais. É abstrato. O sistema evolutivo é recente. É vinculado a linguagem verbal. Diante de situações de perigo futuro elaboramos respostas mentais. O que fazer diante de um incêndio em um prédio é pensado e calculado de forma lenta, abstrata e vinculada aos signos verbais.

Alguns fatores fazem com que o sistema emocionalpredomine. É automático. Exige pouco esforço. É desencadeado de forma veloz. Está instalado de forma evolutiva no cérebro. Independe de comandos ou da linguagem verbal. O acionamento se dá diante de situações concretas. Diante de uma situação de perigo concreto e atual, como um incêndio em um prédio, a reação do cérebro é automática, rápida, independe de qualquer comando verbal.

Ao longo do dia o sistema racionaltorna-se mais frágil. Cansado. Sugado pelo esforço mental. O sistema emocionalnão exige esforço mental. Ele aparece quando é preciso.

Em geral tomamos decisões emocionais e racionalizamos depois. Mais do que isso, o sistema racional trabalha para validar a decisão emocional. Todos já dissemos ou ouvimos conselhos como “não tome nenhuma decisão de cabeça quente!”. Em outras palavras, racionalize antes de decidir.

Uma boa técnica para checar se uma decisão é racional ou emocional é a técnica dos cinco porquês. É uma técnica de análise que parte da premissa que após perguntar 5 vezes o “por quê” um problema está acontecendo, sempre relacionado a causa anterior, será determinada a causa raiz do problema ao invés da fonte de problemas. 

É uma ferramenta simples de resolução de problemas que foi desenvolvida por Taiichi Ono, pai do Sistema de Produção Toyota e consiste em formular a pergunta “Por quê” cinco vezes para compreender o que aconteceu (a causa-raiz).  

Geralmente se diz que:

  • No 1º por quê, temos um sintoma
  • No 2º por quê, temos uma desculpa
  • No 3º por quê, temos um culpado
  • No 4º por quê, temos uma causa
  • No 5º por quê, temos a causa raiz

Através da técnica podemos identificar se uma decisão está sendo tomada pelo nosso sistema racionalou pelo sistema emocional.

Gostou do texto? Então faça uma decisão racional, compartilhe com um amigo, deixe o seu comentário ou sugestão. Desde já agradecemos o seu tempo e disposição em nos ajudar. Obrigado!
Compartilhe